coisas do género

É importante que não haja anonimato de dadores de esperma por causa da “importância crescente que vem sendo atribuída ao conhecimento das próprias origens”

a) Sim, vamos já a correr fazer testes de ADN para termos bem a certeza das origens, que sem isso andamos aqui numa ansiedade

b) Claro, aliás cada espermatozóide devia ter sempre o seu próprio nome, só precisamos é de mais nomes que são entre 200 e 500 milhões por cada ejaculação

c) Ou então pelo menos chamar-lhes Espírito Santo?